Atacante Leandro Cearense relembra primeiro título da Copa Verde conquistado há 8 anos pelo Paysandu

Fernando Torres

Publicados 2 meses atrás em 10 de maio de 2024
Por: Magno Fernandes

O Paysandu ostenta o título de maior campeão da Copa Verde, com três conquistas em seu currículo. Um desses marcos históricos ocorreu há oito anos, em 10 de maio de 2016, quando o Papão ergueu a taça da competição regional pela primeira vez. O feito aconteceu longe de casa, em uma emocionante final contra o Gama-DF. O atacante Leandro Cearense, que fez parte do elenco naquela jornada memorável, conversou com a equipe de O Liberal e reviveu os momentos marcantes daquela vitória.

O Papão já havia chegado perto do título na temporada 2014, quando enfrentou o Brasília-DF na final e foi derrotado nas disputas de pênaltis. Em 2015, o clube paraense foi eliminado na semifinal pelo Remo. No entanto, em 2016, a espera chegou ao fim e o Paysandu conquistou seu primeiro título na Copa Verde, eliminando seu maior rival na competição e brindando os torcedores com um espetacular mosaico na grande final, realizado pela apaixonada torcida em Belém.

Para Leandro Cearense, a conquista da Copa Verde representou uma das maiores celebrações que já presenciou, tanto no estádio, no hotel, quanto nas ruas de Belém. Ele destacou o gol marcado no jogo em casa, na vitória por 2 a 0, que deu tranquilidade à equipe para o confronto de volta, vencido pelo Gama por 2 a 1.

“Uma das melhores lembranças na conquista foi a festa que fizemos na casa dos caras [Gama-DF]. A torcida do Paysandu lotou o setor destinado a ela em Brasília, e após o jogo, invadiu o gramado. Aquilo foi surreal. Outro momento inesquecível foi quando marquei o segundo gol na final, em Belém, e a torcida entoava ‘Ah, é Cearense!’. Não tem como esquecer, e sempre assisto esse vídeo no YouTube”, compartilhou o atacante.

Além das memórias dos gols e das festividades, Leandro Cearense relembrou um fato curioso durante a comemoração do título no hotel: “Foi uma comemoração louca, teve jogador que bebeu cerveja no sapato. Festa no avião, e quando chegamos em Belém, foi algo extraordinário. Todo jogador queria andar em carro do Corpo de Bombeiros, comemorando com a taça. A torcida nos acompanhou do Aeroporto até à Curuzu. Foi uma festa gigante de uma torcida apaixonada”, concluiu.

Leandro Cearense (à esquerda) marcou um dos gols do Papão na final

Fique por dentro das notícias no FUTPA! Siga nosso perfil no Instagram.

Receba notícias do FUTPA pelo WhatsApp.

Profetize os resultados do Paysandu no copa verde 2024!
Clique aqui, faça seu cadastro na Betnacional e use o código: FUTPA.